Vendas de imóveis em estoque devem movimentar o mercado imobiliário

  • 7 de abril de 2017

Após um ano difícil, o setor imobiliário visualiza uma retomada nas vendas em 2017 com a expectativa de redução das taxas de juros, queda no desemprego e estabilização no número de lançamentos. Esses são alguns fatores que levam o consumidor a investir em imóveis.

De acordo com os dados da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), o número de novos empreendimentos não deve aumentar em relação a 2016, quando foram lançadas 69.800 unidades, 9% a mais do que em 2015. Em vez disso, a previsão é de que ocorram mais vendas de estoques, afirma Pedro Fernandes,  2º. Vice Presidente Financeiro do Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF).

Vale lembrar que grande parte dessas unidades disponíveis são fruto de distratos quando o consumidor desiste da compra de um imóvel, tema que ainda não foi regulamentado e gera muitas disputas judiciais a respeito dos valores de ressarcimento. Segundo levantamento da Abrainc, foram devolvidas 44.200 unidades em 2016, queda de 7,1% em comparação com 2015.  “O distrato é um grande problema porque a sustentabilidade do mercado imobiliário depende da segurança dos empreendedores”, informou o 2º. Vice Presidente Financeiro do SECOVI/DF.

Segundo Pedro Fernandes, com a redução de unidades disponíveis os valores dos imóveis tendem a crescer, mesmo que de forma tímida e a médio prazo.

Com agências.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CLDF dará prioridade à tramitação do PPCUB

Foto: Nina Quintana O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado distrital Wellington Luiz (MDB-DF), dará prioridade à discussão…

MERCADO IMOBILIÁRIO DO DF MOVIMENTOU 17,35 BILHÕES EM 2023

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) apurou que o segmento de revenda (mercado secundário) movimentou R$ 17,35…

PPCUB É APROVADO APÓS 11 ANOS DE DEBATE

O PPCUB - Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília - principal instrumento de política urbana de Brasília, tombado nas instâncias distrital e federal…

SECOVI/DF participou do lançamento do Balcão Único e da sanção da Lei de parcelamento do solo

Da esquerda para a direita: Ovídio Maia, presidente do SECOVI/DF; Marcelo Vaz, Secretário de Habitação (SEDUH) e José Aparecido - presidente…