TOP 10: Confira os apartamentos mais caros do mundo

O SECOVI/DF informa que saiu a lista com os 10 apartamentos mais caros do mundo. Brasília possui seu mercado de imóveis de luxo, mas nada comparável aos TOP 10.

Segue a lista:

1º Lugar – Apartamento de US$ 400 bilhões (R$ 1.055 bilhões) possui 30 mil m2 localiza-se em Mônaco e possui uma piscina com borda infinita e um enorme toboágua que remete a um parque aquático.

2º Lugar – Apartamento que custa US$ 237 milhões (R$ 625 milhões) encontra-se em Londres e possui uma cobertura de 17.000 m2.

3º Lugar – Cobertura em Nova York de US$ 125 milhões (R$ 329 milhões) e possui 4 terraços.

4º Lugar – Apartamento, também, em Nova York avaliado em US$ 115 milhões possui estúdio e salão de festas para mais de 200 convidados.

5º Lugar –  Imóvel de US$ 100 milhões (R$ 263 milhões) na City Spire Penthouse, em Nova York.

6º Lugar – Apartamento de US$ 95 milhões em Nova York na 432 Park Avenue Penthouse.

7º Lugar – Imóvel em Londres avaliado em US$ 90 milhões e possui vista para o rio Tamisa.

8º Lugar – Apartamento em Hong Kong de US$ 60 milhões ou R$ 158 milhões.

9º Lugar – Imóvel em Cingapura avaliado em US$ 47 milhões e possui um enorme jardim no terraço.

10º Lugar – Em Nova York, apartamento avaliado, também, em US$ 47 milhões (R$ 124 milhões) mas com área menor do que o de Cingapura.

Com informações da Web Luxo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SECOVI/DF é favorável à moradias no Setor Comercial Sul

O Projeto de Lei Complementar que autoriza o uso residencial em imóveis comerciais localizados, nas quadras de 1 a 6, do Setor Comercial Sul, foi…

SECOVI/DF distribui máscaras de proteção às empresas associadas

As empresas associadas ao Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) estão recebendo, gratuitamente, máscaras de proteção contra a Covid-19 para seus funcionários e colaboradores.…

Entrevista concedida pelo presidente do SECOVI/DF, Ovídio Maia

Entrevista concedida pelo presidente do SECOVI/DF, Ovídio Maia, ao DF Record sobre a alta dos aluguéis residenciais e a baixa no preço dos imóveis comerciais.…

SECOVI/DF condena reprovação de novo bairro pelo Iphan