SECOVI/DF DIVULGA ÚLTIMOS DADOS IMOBILIÁRIOS DE 2013

  • 7 de janeiro de 2014

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) divulga os últimos boletins de Conjuntura Imobiliária dos meses de outubro e novembro de 2013 e comemora a retomada do mercado de imóveis na região.

Em novembro, a base monetária seguiu mantendo a tendência de alta observada nos últimos meses e atingiu o valor de R$ 221,54 bilhões de reais, que representou um aumento de 2,08% em relação ao mês de outubro.

O crédito habitacional segue em alta, nos meses analisados, aquecendo o mercado de imóveis em todo o país.

No mês de outubro, a amostra saiu da tendência de decréscimo e apresentou mais observações que nos meses anteriores. Dentre os imóveis, os residenciais representaram a maioria absoluta tanto em comercialização como em locação num total de 92,4% da amostra com 23.779 observações.

Seguindo a tendência do ano de 2013, os preços mais altos foram observados, majoritariamente, em Brasília e, mais especificamente, na Asa Sul.

Entretanto, em algumas análises é possível destacar outras regiões, como o Setor de Indústria para os imóveis comerciais.

Em novembro, o total de imóveis ofertados no Distrito Federal manteve o crescimento chegando a um total de 35.819 imóveis. Na comercialização, 92,8% da amostra corresponderam a imóveis residenciais enquanto na locação esses imóveis representaram 74% do total.

A capital, Brasília, continuou se destacando em termos de preços nos imóveis residenciais para comercialização variando de 240 mil para quitinete até, aproximadamente, 2 milhões de reais o valor de uma casa de 4 dormitórios na cidade. Em relação aos valores de alugueis nos bairros de Brasília, os maiores preços foram observados no Sudoeste e no Lago Sul.

Já para os imóveis comerciais, merece destaque o Setor de Indústria e Águas Claras com valores de metro quadrado variando entre 7.000 e 10.000 reais para salas e lojas na região, respectivamente. A locação para os mesmos tipos de imóveis seguiram a mesma tendência.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CLDF dará prioridade à tramitação do PPCUB

Foto: Nina Quintana O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado distrital Wellington Luiz (MDB-DF), dará prioridade à discussão…

MERCADO IMOBILIÁRIO DO DF MOVIMENTOU 17,35 BILHÕES EM 2023

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) apurou que o segmento de revenda (mercado secundário) movimentou R$ 17,35…

PPCUB É APROVADO APÓS 11 ANOS DE DEBATE

O PPCUB - Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília - principal instrumento de política urbana de Brasília, tombado nas instâncias distrital e federal…

SECOVI/DF participou do lançamento do Balcão Único e da sanção da Lei de parcelamento do solo

Da esquerda para a direita: Ovídio Maia, presidente do SECOVI/DF; Marcelo Vaz, Secretário de Habitação (SEDUH) e José Aparecido - presidente…