SECOVI/DF DIVULGA NOVOS DADOS DO MERCADO IMOBILIÁRIO

  • 12 de dezembro de 2016

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado, mensalmente, pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) traz a rentabilidade dos diferentes imóveis residenciais e comerciais que são calculados sobre o seu valor mediano bruto. Na análise do mês de outubro, o Índice de Rentabilidade Imobiliária Comercial mostra que o Setor de Indústrias (SIA) possui a maior rentabilidade na categoria Loja de 1,04% e, simultaneamente, a menor rentabilidade na categoria Sala, de 0,35%.  Este desempenho diferenciado deve-se ao fato da oferta de imóveis no SIA ser diverso, com maior amplitude dos tipos e da qualidade de imóveis do que em outras regiões do DF.

Em outubro, foi observada uma queda no total de amostras. Nessa análise, foram encontradas 51.940 observações, 0,97% menor do que no mês de setembro. Da quantidade total, 6.817 são de imóveis comerciais para venda e locação. Porém, 45.123 dos registros são do residencial, também divididos entre venda e locação. Vale destacar que desses imóveis, 15.741 são designados para locação e 36.199 estão anunciados para venda.

A comercialização residencial das quitinetes de Águas Claras tem tido variações negativas mensais e demonstra queda, fechando o mês analisado no valor de R$ 165 mil. Vale ressaltar o aumento de R$ 50 mil no preço mediano das casas de 4 dormitórios em Brasília, o que representa um crescimento de 2,50% com relação ao mês de setembro. O Gama também obteve um crescimento considerável no mês de outubro, chegando a obter variação de 8,89% nos preços das casas com 4 dormitórios. Outra mudança que merece ser destacada é a das casas com 4 dormitórios no Cruzeiro, onde o crescimento chegou a ser de R$ 80 mil. Isso demonstra que mesmo com a queda em  Águas Claras, o mercado vem se recuperando em outras regiões.

Em relação à locação, observou-se uma queda, no período de 12 meses, no valor do m2 das casas com 3 dormitórios em Brasília de 9,21%. A locação comercial das lojas na região, também apresentou queda no valor por m2 de 8,84%, fechando o mês de outubro com aluguéis no valor de R$ 3.500.

Confira, a íntegra da pesquisa.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

VOLUME GERAL DE VENDAS ATÉ ABRIL DE 2022 SUPERA 2021 EM 9,5 BI

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de abril, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), informa que em 2022 o Volume…

REGIÕES DO DF TÊM VALORES DIFERENCIADOS DO METRO QUADRADO PARA IMÓVEIS USADOS

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de fevereiro, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) aponta que um apartamento de 1…

FEVEREIRO REGISTRA RECORDE DE 3.8 BILHÕES EM VENDAS DE IMÓVEIS

Em 2022, o Volume Geral de Vendas (VGV) de imóveis acumulado até o mês de fevereiro, no Distrito Federal, atingiu o valor de R$ 7,03…

SECOVI/DF CELEBRA POSSE DA NOVA DIRETORIA

O Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (SECOVI/DF) promoveu um almoço de confraternização para…