Prédio mais alto do mundo terá 1 KM de comprimento

  • 26 de agosto de 2011

Com 999 metros de altura e 530.000 metros quadrados, o Kingdom Tower foi desenhado para ser o prédio mais alto do mundo. Seu projeto supera em 173 metros o Burj Khalifa, o maior arranha-céu atualmente, e é fruto do trabalho do escritório Adrian Smith + Gordon Gill Architecture.

O prédio será a peça central da Kingdom City, uma cidade de 23 milhões de metros quadrados que abrigará casas, hotéis e centros comerciais, em Jeddah, na Arábia Saudita. Com um design assimétrico, a torre remete a uma folha brotando da terra. Com isso, os criadores quiseram passar a ideia de que tudo cresce ao redor desse lugar.

Para a locomoção interna dos visitantes, o Kingdom Tower terá 59 elevadores, que servirão de observatório e vão se mover a uma velocidade de 10 metros por segundo. Além deles, o projeto prevê 12 escadas rolantes.

Dentro desse gigante, irão funcionar um luxuoso hotel, escritórios, condomínios de luxo e flats. No 157º andar, será construído um terraço aberto de 30 metros de diâmetro para os visitantes desfrutarem da vista ao ar livre.

A construção está prevista para terminar em 2016 e deverá custar 1,2 bilhão de dólares. Já o orçamento para toda a Kingdom City está estimado em 20 bilhões de dólares.

 

Fonte: Exame.com

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CLDF dará prioridade à tramitação do PPCUB

Foto: Nina Quintana O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado distrital Wellington Luiz (MDB-DF), dará prioridade à discussão…

MERCADO IMOBILIÁRIO DO DF MOVIMENTOU 17,35 BILHÕES EM 2023

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) apurou que o segmento de revenda (mercado secundário) movimentou R$ 17,35…

PPCUB É APROVADO APÓS 11 ANOS DE DEBATE

O PPCUB - Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília - principal instrumento de política urbana de Brasília, tombado nas instâncias distrital e federal…

SECOVI/DF participou do lançamento do Balcão Único e da sanção da Lei de parcelamento do solo

Da esquerda para a direita: Ovídio Maia, presidente do SECOVI/DF; Marcelo Vaz, Secretário de Habitação (SEDUH) e José Aparecido - presidente…