O mercado imobiliário é o termômetro da economia

  • 25 de outubro de 2017

O mercado imobiliário é considerado um dos termômetros da economia. Estima-se que cerca de 13 milhões depessoas trabalhem no setor da construção civil, entre empregos formais, informais e indiretos. A boa notícia é que agora ele começa a dar sinais de crescimento, mesmo que moderado.

Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, em julho deste ano, após 33 meses, as contratações com carteira assinada nas obras superaram as demissões. No Distrito Federal, de acordo com os últimos dados da Codeplan, o setor econômico que mais cresceu foi, também, o da construção civil, apresentando aumento de 3,5% na quantidade de empregados. Na prática, a melhora do cenário na construção civil tem impacto em diversos outros campos da atividade econômica.

 

Os investimentos em obras impulsionam áreas importantes para o desenvolvimento do país. A construção de mais moradias diminui o déficit habitacional, melhora o saneamento básico e, consequentemente, as condições de saúde da população, além de expandir a mobilidade urbana favorecendo a qualidade de vida.

Portanto, à medida que as pessoas voltam aos seus postos de trabalho, as famílias recuperam sua capacidade de consumo, o que faz aumentar a demanda por imóveis e ajuda a alavancar as vendas. Segundo o Secovi-SP, entre o primeiro semestre de 2016 e o primeiro semestre de 2017, houve um crescimento próximo de 10% em vendas e lançamentos imobiliários.

Com agências.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

VOLUME GERAL DE VENDAS ATÉ ABRIL DE 2022 SUPERA 2021 EM 9,5 BI

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de abril, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), informa que em 2022 o Volume…

REGIÕES DO DF TÊM VALORES DIFERENCIADOS DO METRO QUADRADO PARA IMÓVEIS USADOS

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de fevereiro, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) aponta que um apartamento de 1…

FEVEREIRO REGISTRA RECORDE DE 3.8 BILHÕES EM VENDAS DE IMÓVEIS

Em 2022, o Volume Geral de Vendas (VGV) de imóveis acumulado até o mês de fevereiro, no Distrito Federal, atingiu o valor de R$ 7,03…

SECOVI/DF CELEBRA POSSE DA NOVA DIRETORIA

O Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (SECOVI/DF) promoveu um almoço de confraternização para…