BOLETIM IMOBILIÁRIO COMPROVA ESTABILIDADE NO MERCADO

  • 10 de abril de 2013

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de março, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) comprovou que o mercado de imóveis vem se mantendo estável na capital do país.

No mês analisado, observou-se uma oferta de 30.957 imóveis a serem comercializados, sendo 93,6% residenciais e 6,4% comerciais. Os apartamentos com maior participação na amostra foram os de 2 e 3 dormitórios , totalizando 38,7%.

Seguindo a tendência dos últimos meses, Brasília se manteve como a região com os maiores valores de locação e venda de imóveis nas categorias analisadas.

Os maiores valores medianos por m² para quitinetes em Brasília encontramse na Asa Sul, seguido por Sudoeste e Asa norte. O Sudoeste manteve os maiores preços por m² para apartamentos de 4 dormitórios de, aproximadamente, 10.500 reais.

Em relação aos imóveis comerciais à venda, ao contrário do mês anterior, Brasília obteve o maior valor por m² de sala comercial, atingindo R$ 10.320, seguido pelo Setor de Indústria. Em relação às lojas, Águas Claras manteve o maior valor mediano por m² de R$ 10.273.

No mês de março, para locação analisou-se um total de 7.378 imóveis sendo 74,1% residenciais e 25,9% comerciais. Quitinetes e apartamentos de 2 quartos obtiveram as maiores participações com 19,2% e 18,2%, respectivamente. A divisão entre lojas e salas comerciais foi de 10,4% para lojas e 15,5% para salas comerciais.

Águas Claras manteve o maior valor mediano  por m² de salas comerciais e lojas para locação com um aluguel de 1.800 à 4.000 reais, respectivamente.

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CLDF dará prioridade à tramitação do PPCUB

Foto: Nina Quintana O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado distrital Wellington Luiz (MDB-DF), dará prioridade à discussão…

MERCADO IMOBILIÁRIO DO DF MOVIMENTOU 17,35 BILHÕES EM 2023

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) apurou que o segmento de revenda (mercado secundário) movimentou R$ 17,35…

PPCUB É APROVADO APÓS 11 ANOS DE DEBATE

O PPCUB - Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília - principal instrumento de política urbana de Brasília, tombado nas instâncias distrital e federal…

SECOVI/DF participou do lançamento do Balcão Único e da sanção da Lei de parcelamento do solo

Da esquerda para a direita: Ovídio Maia, presidente do SECOVI/DF; Marcelo Vaz, Secretário de Habitação (SEDUH) e José Aparecido - presidente…