Mercado imobiliário deve fechar o ano com 9% do PIB

  • 5 de dezembro de 2014

O vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal, José Urbano Duarte, afirmou que o mercado imobiliário brasileiro deve fechar o ano de 2014 com uma participação de 9% do Produto Interno Bruto (PIB).

Na Caixa Econômica Federal, o crédito imobiliário fechará 2014 com R$ 140 bilhões em empréstimos e uma previsão de R$ 200 bilhões. Esse montante representa crescimento de 10% sobre o financiado em 2013.
Para 2015, o vice-presidente de Habitação da Caixa estima crescimento de 10%. “Do ponto de vista do mercado, há razões para assegurar o crescimento em 2015”, afirmou. Duarte citou como fontes de recursos o FGTS, que irá destinar R$ 42 bilhões para o crédito imobiliário e a poupança. Em 2014, o investimento do FGTS foi de R$ 37 bilhões.
José Urbano Duarte destacou que há demanda para o crédito imobiliário. Como prova, afirmou que cerca de 7 milhões de projeções de operações de crédito habitacional têm sido realizadas a cada mês pelo simulador de financiamento imobiliário do site da Caixa Econômica Federal.

Só no Distrito Federal, há uma média de 130 mil simulações mensais. Deste total, 51% procuram imóveis em Brasília com valores abaixo de R$ 400 mil.

 

Com informações das Agências de Notícias.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REGIÕES DO DF TÊM VALORES DIFERENCIADOS DO METRO QUADRADO PARA IMÓVEIS USADOS

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de fevereiro, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) aponta que um apartamento de 1…

FEVEREIRO REGISTRA RECORDE DE 3.8 BILHÕES EM VENDAS DE IMÓVEIS

Em 2022, o Volume Geral de Vendas (VGV) de imóveis acumulado até o mês de fevereiro, no Distrito Federal, atingiu o valor de R$ 7,03…

SECOVI/DF CELEBRA POSSE DA NOVA DIRETORIA

O Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (SECOVI/DF) promoveu um almoço de confraternização para…

VENDA DE IMÓVEIS EM JANEIRO DE 2022 DOBRA EM RELAÇÃO À 2021

O Volume Geral de Vendas (VGV) acumulado até o mês de janeiro, no Distrito Federal, atingiu o valor de R $3,16 bilhões, superando o mês…