Informe Jurídico: perturbação à vizinhança gera danos morais

  • 22 de maio de 2017

A Assessoria Jurídica do Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) informa que a 1ª Turma Recursal do TJDFT aplicou multa e condenou um réu a pagar indenização por danos morais, ante a perturbação causada à vizinhança. A decisão foi unânime.

O autor informou que a parte ré realiza diversas festas em sua residência no Lago Norte nos finais de semana e que os eventos se iniciam no meio da tarde e prolongam-se até o amanhecer do dia seguinte. Para comprovar sua alegação, juntou boletim de ocorrência, abaixo assinado de cerca de 50 vizinhos, panfletos das festas produzidas pela ré e diversos vídeos demonstrando o horário e o barulho provocado pelos eventos, com nível de ruído que extrapola o aceitável pela vizinhança.

Diante das provas, o juiz relator declarou que “são próprias para demonstrar o uso indevido e abusivo do direito de propriedade, à luz do art. 1227 do Código Civil”, e da revelia da ré que apesar de devidamente intimada, não compareceu à audiência de conciliação.

Sendo assim, o relator condenou o réu à obrigação de se abster de promover eventos em sua residência que gerem ruídos acima de 50 decibéis no período diurno (das 7h às 22h) ou 45 decibéis no período noturno (das 22h às 7h do dia seguinte ou domingos e feriados entre 22h às 8h da manhã, conforme a Lei Distrital 4.092/2008, sob pena de multa no valor de R$ 4.000,00 por evento realizado.

Quanto ao pedido de danos morais, o magistrado entendeu que o som originado pelas festas produzidas pela ré que transmite ruídos para toda a vizinhança, provoca a violação do sossego com música alta em área residencial, de forma a perturbar a tranquilidade dos lares e o direito ao repouso noturno, necessários à integridade física e psicológica, caracterizando dano moral.

Diante do fato exposto, a Turma fixou em R$ 2 mil a quantia a ser paga a título de indenização por danos morais.

Com informações da Assessoria Jurídica – SECOVI/DF

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

VOLUME GERAL DE VENDAS ATÉ ABRIL DE 2022 SUPERA 2021 EM 9,5 BI

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de abril, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), informa que em 2022 o Volume…

REGIÕES DO DF TÊM VALORES DIFERENCIADOS DO METRO QUADRADO PARA IMÓVEIS USADOS

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de fevereiro, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) aponta que um apartamento de 1…

FEVEREIRO REGISTRA RECORDE DE 3.8 BILHÕES EM VENDAS DE IMÓVEIS

Em 2022, o Volume Geral de Vendas (VGV) de imóveis acumulado até o mês de fevereiro, no Distrito Federal, atingiu o valor de R$ 7,03…

SECOVI/DF CELEBRA POSSE DA NOVA DIRETORIA

O Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (SECOVI/DF) promoveu um almoço de confraternização para…