Imóveis sobem 14,6% no primeiro semestre

O primeiro semestre terminou com aumento médio de 14,6% no preço dos imóveis no Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador e Recife. A valorização supera a alta de 3,14% do IGP-M, índice utilizado para reajuste dos aluguéis. A inflação medida pelo IPCA também ficou bem atrás, com evolução de 3,78% até o meio do ano.

Os dados são do Índice FipeZap, da Fipe. A instituição acompanhou o preço médio do metro quadrado nas sete cidades brasileiras.

Até agora, o Rio de Janeiro encabeça o ranking das cidades mais valorizadas com incremento de 19,5% no preço médio do metro quadrado. No Leblon, por exemplo, esse valor ultrapassou a faixa dos 15.000 reais em junho, fato inédito desde o início da série histórica, em janeiro de 2008.

Belo Horizonte e Recife também se destacam. Na capital mineira, o salto no preço médio do metro quadrado foi de 15,9%, ao passo que em Recife a alta foi de 15,1%. Salvador aparece na lanterna da lista, com valorização acumulada de 2,8% no primeiro semestre.

A variação anual do Distrito Federal também foi alta e ficou em 10,7% patamar próximo ao de Fortaleza que registrou uma variação de 9,2%.

Confira os dados de junho para as sete cidades monitoradas pelo FipeZap:

Cidade

Variação em junho (%)

Variação no ano (%)

Rio de Janeiro

3

19,5

Belo Horizonte

1,5

15,9

Recife

3,1

15,1

São Paulo

2.6

14

Distrito Federal

1,3

10,7

Fortaleza

2,4

9,2

Salvador

-0,6

2,8

 

Fonte: Exame online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FINANCIAMENTOS IMOBILIÁRIOS CHEGAM A QUASE 20 BI DE REAIS EM JULHO

A quantidade de financiamentos imobiliários, em julho de 2021, apresentou uma surpreendente variação positiva de 180,45% em relação ao mesmo período do ano passado, chegando…

SECOVI/DF informa: MPT confirma benefícios somente para associados

A Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª Região sob a égide da Lei 13.467/2017, a nova legislação trabalhista, confirma que benefícios como: vale-alimentação, vale-transporte, Participação…

ITBI TEM ALTA DE 70,8% EM OUTUBRO NA VENDA DE IMÓVEIS NO DF

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) informa que o mercado imobiliário segue em contínua alta, mesmo em época de pandemia, registrando uma variação…

SECOVI/DF – NOTA DE FALECIMENTO

É com imenso pesar que o Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) comunica o falecimento de Pablo Balduíno de Magalhães, sócio-diretor da Imobiliária Atendeu,…