Imobiliárias devem aderir ao eSocial

As imobiliárias, os microempreendedores individuais (MEI) e as micro, pequenas e médias empresas devem aderir ao eSocial. A adesão à ferramenta que reúne e simplifica a prestação de informações trabalhistas ao governo federal começou a ser feita no mês passado. Desde janeiro, o envio dos dados era obrigatório a grandes empresas que faturam mais de R$ 78 milhões por ano.

Qualquer empresa com mais de um funcionário terá de adquirir um certificado digital, assinatura digital com validade jurídica que garante proteção a operações eletrônicas vendida por empresas especializadas, para aderir ao eSocial. Os microempreendedores individuais, que podem ter até um empregado, precisarão apenas cadastrar um código de acesso para inserir as informações trabalhistas.

Criado em 2013, o eSocial unifica a prestação, por parte do empregador, de informações relativas aos empregados. Dados como o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), a Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia e de Informações à Previdência Social (GFIP) e informações pedidas pela Receita Federal.

Por meio do eSocial, os vínculos empregatícios, as contribuições previdenciárias, a folha de pagamento, eventuais acidentes de trabalho, os avisos prévios, as escriturações fiscais e os depósitos no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) são comunicados pela internet ao governo federal.

Acesse: https://portal.esocial.gov.br/

Com informações do Mercado Imobiliário

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM IMOBILIÁRIO MOSTRA RECUPERAÇÃO DO MERCADO

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) aponta uma recuperação, lenta e gradual, do mercado de imóveis. De…

Reação do mercado imobiliário começou em 2018

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) divulgou, na semana passada, uma pesquisa que mostra que o mercado de imóveis residenciais apresentou um aumento…

Novos bairros e novos moradores aquecem o mercado imobiliário do DF, avalia Secovi

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) acredita que o projeto de criação de dez novos bairros anunciado pelo governo do Distrito Federal irá…

Classe média volta a comprar imóvel com a retomada do crédito

A retomada do crédito com recursos da poupança e o aumento de lançamentos em 2018 trazem novo poder de compra para a classe média. Segundo…