Febraban nega bolha no setor imobiliário

  • 16 de setembro de 2011
A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) descartou os rumores vindos do exterior a respeito da formação de uma bolha de crédito no país, particularmente no setor imobiliário.

Para o economista da entidade, Rubens Sardenberg, são fora de propósito as afirmações nesse sentido. Sardenberg argumentou que o crédito total no país corresponde a 47% do Produto Interno Bruto (PIB, a soma das riquezas produzidas),  que é considerado um percentual baixo. O economista lembrou ainda que o sistema brasileiro é bastante pulverizado. O segmento imobiliário, por exemplo, responde por apenas 4%, aproximadamente — fatia que está basicamente concentrada na Caixa Econômica Federal. O setor privado está pouco exposto a essa modalidade de crédito.

Para o especialista, os próprios artigos sobre bolha de crédito no país se contradizem quando relatam comprometimento maior da renda do consumidor brasileiro. Sardenberg explica que aqui há um maior comprometimento da renda, porque a taxa de juros é muito alta e o prazo dos financiamentos é curto. Por isso, os cidadãos comprometem uma parcela maior da renda. Por outro lado, pondera, pagam suas dívidas em um intervalo de tempo bem inferior que os norte-americanos. “Apesar disso, o comprometimento da renda é bem menor que a imprensa internacional tem divulgado”, salientou.

Fonte: Correiobraziliense on line

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

VOLUME GERAL DE VENDAS ATÉ ABRIL DE 2022 SUPERA 2021 EM 9,5 BI

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de abril, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), informa que em 2022 o Volume…

REGIÕES DO DF TÊM VALORES DIFERENCIADOS DO METRO QUADRADO PARA IMÓVEIS USADOS

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de fevereiro, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) aponta que um apartamento de 1…

FEVEREIRO REGISTRA RECORDE DE 3.8 BILHÕES EM VENDAS DE IMÓVEIS

Em 2022, o Volume Geral de Vendas (VGV) de imóveis acumulado até o mês de fevereiro, no Distrito Federal, atingiu o valor de R$ 7,03…

SECOVI/DF CELEBRA POSSE DA NOVA DIRETORIA

O Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (SECOVI/DF) promoveu um almoço de confraternização para…