Conselho Monetário Nacional altera regras para financiamento

  • 12 de novembro de 2015

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou uma medida para estimular os bancos a ampliarem o financiamento imobiliário.

As regras anteriores, de certa forma, puniam os bancos que financiavam acima de 80% do valor do imóvel, pois obrigavam a instituição a manter em caixa pelo menos 75% do valor do empréstimo, o chamado Requerimento de Capital. Em casos extremos, os bancos conservavam até 100% do valor da operação no caixa. O Conselho alterou as normas, afim de viabilizarem empréstimos acima desse percentual.

Para o Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), as novas regras vêm beneficiar o setor imobiliário neste momento de crise vivido pelo país e voltar, dessa maneira, a estimular o mercado.  A partir de agora, quando um contrato de financiamento atingir um saldo devedor correspondente a 80% do valor do imóvel (após o pagamento de prestações por parte do cliente), o Requerimento de Capital será enquadrado como se fosse uma operação comum, ou seja, a instituição terá de manter em caixa apenas 35% do valor.

 

Anteriormente, a instituição financeira era obrigada a deixar parado um valor muito alto, mesmo com o financiamento próximo de seu encerramento. O Conselho ainda aprovou um pacote de seis resoluções que adequam as normas brasileiras às internacionais. Efetivou um capital adicional de até 2% sobre o patrimônio de referência para grandes instituições para que, em caso de colapso, não ponham em risco o sistema financeiro nacional.

Com informações da Resimob.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SECOVI DIVULGA LISTA DOS IMÓVEIS USADOS MAIS CAROS E MAIS BARATOS NO DF

O Boletim de Conjuntura Imobiliária de julho de 2022 com amostra referente ao mês de junho divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF)…

QUAL É A RENDA MÉDIA ANUAL PARA SE FINANCIAR UM IMÓVEL NO DF?

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) divulgou os dados referentes à renda média anual familiar para se financiar um imóvel dependendo da região…

SECOVIS DIVULGAM DADOS DE IMÓVEIS EM BRASÍLIA, RIO E SÃO PAULO

O Boletim de Conjuntura Imobiliária do mês de junho com amostras referente à maio de 2022 divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF)…

VENDA DE IMÓVEIS NO DF SEGUE EM ALTA

O Boletim de Conjuntura Imobiliária do Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) registrou que o Volume Geral de Vendas (VGV) acumulado até o mês…