Conami 2013 é sucesso e atrai mais de 500 participantes

A 17ª edição do Congresso Nacional do Mercado Imobiliário (Conami),  em São Paulo, foi um sucesso e contou com a presença de mais de 500 participantes, entre: empresários, profissionais e lideranças de todo o país. Foram quatro dias de muitas atividades que incluíram visitas técnicas e oito painéis com 30 palestrantes que abordaram temas, como: autorregulamentação da atividade de administração de condomínios, sucessão familiar, gestão de novos empreendimentos, responsabilidade socioambiental, panorama global do mercado imobiliário, questões jurídicas atuais do mercado de locação, perspectivas da gestão de recursos humanos e comunicação, e multimídia.

O vice-presidente do Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), Ovídio Maia, e os diretores: Gilvan João da Silva, Robson Cunha Moll, Romeu Gonçalves e Giordano Garcia Leão estiveram presentes ao evento através do apoio e da parceria com o SEBRAE-DF.

Ovídio Maia, também responsável pela área de Comercialização da Câmara Brasileira de Comércio e Serviços Imobiliários (CBCSI), explanou sobre duas questões relacionadas ao corretor de imóveis: a trabalhista – referente ao vínculoempregatício entre corretor e imobiliária – e a tributária. Segundo ele, o governo vê um vácuo entre o profissional e as empresas. “A solução para esses problemas não é rápida e sim, técnica”, concluiu. Ovídio lembrou dos recentes questionamentos à Lei do Corretor de Imóvel (Nº 6.530/78)  que criam insegurança jurídica e apresentou sugestões para reduzir as autuações que vêm sendo feitas, como: a criação da figura do corretor associado, mediante contrato específico.

Claudio Bernardes, presidente do Secovi-SP, afirmou que as empresas administradoras precisam estar em constante atualização, pois só assim podem acompanhar as novas demandas de seus clientes. E, enfatizou a importância de haver diálogo e interação entre as incorporadoras e as administradoras – isto é, entre a parte que constrói os empreendimentos e aquela que faz a gestão. Rubens Carmo Elias Filho que preside a Associação das Administradoras de Bens, Imóveis e Condomínios de São Paulo, entidade que organiza o Conami juntamente com o Secovi-SP, lembrou que a perseverança é fator fundamental para o sucesso das empresas.

Foi debatido também, a “Sucessão nas Organizações Imobiliárias Familiares” com a participação de Fábio Mizumoto, professor do Insper, e Eduardo Najjar, professor e fundador de instituto especializado em pesquisas e projetos de consultoria para negócios familiares. Najjar reforçou a ideia de que é preciso mudar a forma de pensar das famílias empresárias. Segundo ele, é preciso criar novos líderes para o negócio. “Formar novas lideranças significa o futuro da empresa e estas, devem ser mais especializadas”, opinou. “Temos dois processos importantes de sucessão, a transição do acionista para o sucessor e a transmissão dos valores da família para a nova geração”, concluiu Najjar.

Com informações do Portal Secovi

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SECOVI/DF é favorável à moradias no Setor Comercial Sul

O Projeto de Lei Complementar que autoriza o uso residencial em imóveis comerciais localizados, nas quadras de 1 a 6, do Setor Comercial Sul, foi…

SECOVI/DF distribui máscaras de proteção às empresas associadas

As empresas associadas ao Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) estão recebendo, gratuitamente, máscaras de proteção contra a Covid-19 para seus funcionários e colaboradores.…

Entrevista concedida pelo presidente do SECOVI/DF, Ovídio Maia

Entrevista concedida pelo presidente do SECOVI/DF, Ovídio Maia, ao DF Record sobre a alta dos aluguéis residenciais e a baixa no preço dos imóveis comerciais.…

SECOVI/DF condena reprovação de novo bairro pelo Iphan