Cobrança de taxa ONALT pode sofrer prescrição

  • 30 de março de 2017

Uma ação que corria em duas instâncias no Tribunal de Justiça do Distrito Federal contra a cobrança tardia feita pelo GDF a uma incorporadora, referente à taxa ONALT fixada em razão de alteração de uso de imóvel sofreu prescrição.

A cobrança foi realizada por causa de mudança de interpretação administrativa acerca da incidência de ONALT numa construção de edifício na cidade-satélite do Riacho Fundo. O GDF alegava que a ausência de pagamento na época da construção, ocorrida há mais de dez anos, caracterizaria dano urbanístico permanente e imprescritível.

Contudo, o Tribunal acolhendo a tese da defesa reconheceu a ocorrência de prescrição e determinou que o Distrito Federal não inscreva o nome do cliente em Dívida Ativa, e não proceda a qualquer intervenção nas Licenças de Construção e Carta de Habite-se outrora emitidas e consolidadas.

Com informações da Bicallho e Mollica

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CIDADES SATÉLITES SÃO AS REGIÕES MAIS RENTÁVEIS PARA ALUGAR

O Boletim de Conjuntura Imobiliária do mês de maio/2024 com amostras referentes a abril divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) apurou que…

SECOVIs apresentam ao Congresso a “Agenda Legislativa” do setor imobiliário

Deputado Rafael Prudente (MDB/DF), Ovídio Maia - presidente do SECOVI/DF e Eduardo Pereira - vice-presidente Financeiro do SECOVI/DF O Sindicato da…

SECOVI/DF ALERTA SOBRE O GOLPE DO FALSO ALUGUEL

Imagem: Freepik O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), vem a público fazer um alerta sobre o golpe do falso aluguel que algumas imobiliárias…

Bairro Jóquei Clube: Iphan promete agilidade no exame de aspectos técnicos do projeto

Foto – Divulgação ADEMI DF O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) dará celeridade à apreciação de aspectos técnicos…