Brasil é o 2º melhor país para investimento em imóvel comercial

  • 12 de janeiro de 2012
A 20ª pesquisa anual dos membros da Associação de Investidores Estrangeiros em Imóveis (Afire) constatou que o Brasil, que se tornou o 2º país para investimento em imóvel comercial perdendo, apenas para os Estados Unidos que continuam sendo a primeira escolha da maioria dos investidores do setor de imóveis comerciais em 2012.

Os imóveis comerciais no Brasil, com sua economia efervescente e seu ambiente mais seguro de investimentos, se tornaram um ponto chamativo para investidores globais.São Paulo saltou da 26ª melhor cidade para investir em imóveis no ano passado para a quarta em 2012.

Segundo o vice-presidente do Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), Ovídio Maia, a cidade já entrou na mira dos investidores internacionais, exemplo disto, é o Parque Cidade Corporate e o Green Towers. “Esses projetos têm investimentos das maiores empresas do ramo comercial no mundo em  parceria com empresários do DF”, afirma Ovídio .

Os EUA perderam espaço para o Brasil, com 18,6% dos entrevistados afirmando que o mercado imobiliário brasileiro oferece a melhor oportunidade de valorização para seus investimentos em dólares. Isso representa uma alta de 14,2%, levando o Brasil da quarta para a segunda posição e fazendo a China cair para o terceiro lugar como mostra a pesquisa.

O presidente-executivo da Afire, James Fetgatter afirmou que o Brasil é considerado agora um lugar mais seguro para investir, onde você pode ter capital valorizado a um bom rendimento.

Os participantes da pesquisa da Afire detêm mais de US$ 874 bilhões em imóveis no mundo, incluindo US$ 338 bilhões nos EUA.

Com informações do O Globo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CLDF dará prioridade à tramitação do PPCUB

Foto: Nina Quintana O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado distrital Wellington Luiz (MDB-DF), dará prioridade à discussão…

MERCADO IMOBILIÁRIO DO DF MOVIMENTOU 17,35 BILHÕES EM 2023

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) apurou que o segmento de revenda (mercado secundário) movimentou R$ 17,35…

PPCUB É APROVADO APÓS 11 ANOS DE DEBATE

O PPCUB - Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília - principal instrumento de política urbana de Brasília, tombado nas instâncias distrital e federal…

SECOVI/DF participou do lançamento do Balcão Único e da sanção da Lei de parcelamento do solo

Da esquerda para a direita: Ovídio Maia, presidente do SECOVI/DF; Marcelo Vaz, Secretário de Habitação (SEDUH) e José Aparecido - presidente…