BC vai controlar operações de crédito acima de R$ 1 mil

  • 22 de dezembro de 2011
O Banco Central informou que vai ampliar a sua base de dados das operações de crédito dentro do Sistema de Informações de Crédito (SCR). Segundo o BC, com as novas regras o SCR terá a identificação de todos os clientes com operações totais iguais ou superiores a R$ 1 mil. Atualmente, estas informações são fornecidas para obrigações iguais ou superiores a R$ 5 mil. A medida começa a valer a partir de 30 de abril do próximo ano.
O sistema terá mais detalhes sobre as operações de crédito, como a renda das pessoas físicas, o faturamento das pessoas jurídicas e as informações dos fundos de investimento de direitos creditórios.
“A medida contribui para o aprimoramento das ferramentas que o Banco Central tem para supervisionar e avaliar as condições econômico-financeiras das instituições, além de propiciar um melhor conhecimento do processo de inclusão financeira no Brasil”, informou o BC, em nota à imprensa.

O Sistema de Informações de Crédito do Banco Central  é o principal instrumento utilizado pela supervisão bancária para acompanhar as carteiras de crédito das instituições financeiras.
“Nesse sentido, desempenha papel importante na garantia da estabilidade do Sistema Financeiro Nacional e na prevenção de crises, proporcionando mais facilidades para os tomadores de empréstimos e maior transparência para a sociedade”, informou a instituição.
De acordo com o Banco Central, o SCR é o maior cadastro brasileiro em informações e contém dados sobre o comportamento dos clientes no que se refere às suas obrigações contraídas no sistema financeiro.
“Esses dados são compartilhados com as instituições participantes, contribuindo para diminuir a inadimplência e melhorar a gestão do risco de crédito”, explicou a autoridade monetária.
Com informações do G1

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

VOLUME GERAL DE VENDAS ATÉ ABRIL DE 2022 SUPERA 2021 EM 9,5 BI

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de abril, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), informa que em 2022 o Volume…

REGIÕES DO DF TÊM VALORES DIFERENCIADOS DO METRO QUADRADO PARA IMÓVEIS USADOS

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de fevereiro, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) aponta que um apartamento de 1…

FEVEREIRO REGISTRA RECORDE DE 3.8 BILHÕES EM VENDAS DE IMÓVEIS

Em 2022, o Volume Geral de Vendas (VGV) de imóveis acumulado até o mês de fevereiro, no Distrito Federal, atingiu o valor de R$ 7,03…

SECOVI/DF CELEBRA POSSE DA NOVA DIRETORIA

O Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (SECOVI/DF) promoveu um almoço de confraternização para…