INFORME JURÍDICO: REVENDA DE IMÓVEL NA PLANTA NÃO GERA COBRANÇA DE ITBI

Esta é a liminar concedida pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Santos e se refere a promessa de cessão de direitos à aquisição de imóvel, ou seja, quando o comprador de um imóvel na planta cede a futura propriedade para outro interessado antes da entrega do bem.

Segundo o juiz, a transmissão da propriedade imobiliária só se opera com o registro do título de transferência e o fato gerador do Imposto de Transmissão de Bens Móveis e Imóveis – o ITBI – se dá com a transferência efetiva da propriedade. O ITBI é um tributo municipal e, normalmente, a legislação de cada cidade prevê sua incidência na cessão de direitos aquisitivos, responsabilizando cartórios e incorporadores no caso do seu não recolhimento pelos compradores dos imóveis.

O juiz levou em consideração jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) com esse entendimento. De acordo com o STJ, o fato gerador do ITBI é o registro imobiliário da transmissão da propriedade do bem imóvel, motivo pelo qual não incide referida cobrança sobre o registro imobiliário de escritura de resilição de promessa de compra e venda, contrato preliminar que poderá ou não se concretizar em contrato definitivo.

Para o setor imobiliário, a decisão é importante por desonerar a revenda de imóveis na planta. Hoje é muito comum, por motivos pessoais ou financeiros, que compradores desistam do negócio antes do financiamento. Atualmente, os cartórios cobram o ITBI na cessão dos direitos do primeiro para o segundo comprador e também na outorga da escritura da incorporadora para o comprador final. A decisão prova que a cobrança duplicada é injusta e abre precedentes.

Com informações da Assessoria Jurídica do SECOVI/DF e Conjur

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SECOVI/DF informa: MPT confirma benefícios somente para associados

A Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª Região sob a égide da Lei 13.467/2017, a nova legislação trabalhista, confirma que benefícios como: vale-alimentação, vale-transporte, Participação…

ITBI TEM ALTA DE 70,8% EM OUTUBRO NA VENDA DE IMÓVEIS NO DF

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) informa que o mercado imobiliário segue em contínua alta, mesmo em época de pandemia, registrando uma variação…

SECOVI/DF – NOTA DE FALECIMENTO

É com imenso pesar que o Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) comunica o falecimento de Pablo Balduíno de Magalhães, sócio-diretor da Imobiliária Atendeu,…

CONPLAN APROVA REVISÃO DA LUOS

O Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do DF (Conplan) aprovou, por unanimidade, a minuta do projeto de lei complementar de revisão da Lei de…