ARRECADAÇÃO DO ITBI SOBE MAIS DE 50% EM JUNHO

  • 27 de julho de 2020

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) comemora o aumento no número de vendas de imóveis no mês de junho, conforme os dados divulgados pela Secretaria de Economia do Distrito Federal na arrecadação do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) que é o tributo pago pelo comprador de um imóvel para oficializar a negociação. A variação foi de 52,32%, em relação a maio, e um recorde se comparado a 2018 e 2019.

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Economia do DF, o resultado obtido no primeiro semestre de 2020 demonstra uma variação positiva de 9,37% em relação ao mesmo período do ano passado. Também apresenta variação positiva de 47,2% em comparação com junho de 2019. Tal cenário demonstra um aumento significativo nos valores negociados no mercado imobiliário do Distrito Federal, indicando uma retomada e a volta à normalização dos negócios nos próximos meses.

Para o presidente do SECOVI/DF, Ovídio Maia, os dados contrariam as expectativas negativas de alguns segmentos do mercado. “A crescente arrecadação do ITBI mês a mês, neste período de pandemia, mostra a força do mercado imobiliário e só consolida a certeza de que investir em imóvel é o lastro para um futuro seguro”, comenta.

Segundo o Boletim de Conjuntura Imobiliária de Julho divulgado pelo SECOVI/DF com amostra referente ao mês de junho, o índice de rentabilidade comercial apresentou seus maiores valores nas categorias loja e sala comercial em Águas Claras de, respectivamente, 0,78% e 0,74%, além de loja em Taguatinga com 0,70% de rentabilidade.

Já o índice de rentabilidade residencial do mês de junho apresentou seus maiores valores em três categorias de imóveis, todos em Águas Claras: apartamento com 1 dormitório (0,57%), quitinete (0,54%) e apartamento com 2 dormitórios (0,48%).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CLDF dará prioridade à tramitação do PPCUB

Foto: Nina Quintana O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado distrital Wellington Luiz (MDB-DF), dará prioridade à discussão…

MERCADO IMOBILIÁRIO DO DF MOVIMENTOU 17,35 BILHÕES EM 2023

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) apurou que o segmento de revenda (mercado secundário) movimentou R$ 17,35…

PPCUB É APROVADO APÓS 11 ANOS DE DEBATE

O PPCUB - Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília - principal instrumento de política urbana de Brasília, tombado nas instâncias distrital e federal…

SECOVI/DF participou do lançamento do Balcão Único e da sanção da Lei de parcelamento do solo

Da esquerda para a direita: Ovídio Maia, presidente do SECOVI/DF; Marcelo Vaz, Secretário de Habitação (SEDUH) e José Aparecido - presidente…