Aluguel sobe com menos intensidade em junho

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), adotado para corrigir a maioria dos contratos de aluguel, atingiu 0,85% em junho, taxa ligeiramente inferior à registrada em maio (1,19%).

O levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) indica que o IGP-M acumula alta de 5,68%, de janeiro a junho deste ano, e de 5,17%, nos 12 meses fechados em junho.

Os preços coletados entre 21 de maio e 20 de junho, comparados aos 30 dias anteriores, mostram que houve deflação de 0,18% no Índice de Preços ao Consumidor (IPC) , um dos três componentes do IGP-M.

Nos outros dois, os preços subiram, na média, mas com intensidade menor do que em maio. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) atingiu 1,09% ante 1,49% e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) passou de 1,77% para 0,93%.

Fonte: Agência Brasil

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Projeto de revitalização do Gama é aprovado

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) participou, ativamente, da aprovação do projeto de revitalização do Gama no Conselho de Planejamento Territorial e Urbano…

SECOVI/DF é favorável à moradias no Setor Comercial Sul

O Projeto de Lei Complementar que autoriza o uso residencial em imóveis comerciais localizados, nas quadras de 1 a 6, do Setor Comercial Sul, foi…

SECOVI/DF distribui máscaras de proteção às empresas associadas

As empresas associadas ao Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) estão recebendo, gratuitamente, máscaras de proteção contra a Covid-19 para seus funcionários e colaboradores.…

Entrevista concedida pelo presidente do SECOVI/DF, Ovídio Maia

Entrevista concedida pelo presidente do SECOVI/DF, Ovídio Maia, ao DF Record sobre a alta dos aluguéis residenciais e a baixa no preço dos imóveis comerciais.…