Aluguel poderá subir este mês

  • 1 de julho de 2011
O Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), usado para corrigir os contratos de aluguel, registrou queda de 0,18% em junho. Todos os indicadores que compõem o índice apontaram recuo, reflexo do desaquecimento da economia internacional e do menor ritmo da demanda no país. Porém, no acumulado do ano, o IGP-M teve alta de 3,15%. Em 12 meses, a variação é de 8,65%, portanto, o índice servirá de referência para a correção dos contratos com vencimento neste mês.
 
A taxa ficou dentro das estimativas dos analistas, que projetavam deflação entre 0,10% e 0,40%. Pelas contas da Fundação Getúlio Vargas, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que responde por 60% do IGP-M, caiu 0,45%, depois de subir 0,03% em maio. Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) teve baixa de 0,12% ante alta de 0,90% no mês passado. 
O Índice Nacional de Custos da Construção (INCC-M), por sua vez, subiu 1,43% em junho, após elevação de 2,03% nos 30 dias anteriores. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CIDADES SATÉLITES SÃO AS REGIÕES MAIS RENTÁVEIS PARA ALUGAR

O Boletim de Conjuntura Imobiliária do mês de maio/2024 com amostras referentes a abril divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) apurou que…

SECOVIs apresentam ao Congresso a “Agenda Legislativa” do setor imobiliário

Deputado Rafael Prudente (MDB/DF), Ovídio Maia - presidente do SECOVI/DF e Eduardo Pereira - vice-presidente Financeiro do SECOVI/DF O Sindicato da…

SECOVI/DF ALERTA SOBRE O GOLPE DO FALSO ALUGUEL

Imagem: Freepik O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), vem a público fazer um alerta sobre o golpe do falso aluguel que algumas imobiliárias…

Bairro Jóquei Clube: Iphan promete agilidade no exame de aspectos técnicos do projeto

Foto – Divulgação ADEMI DF O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) dará celeridade à apreciação de aspectos técnicos…