Abrainc e Fipe mostram que preços e demanda por imóveis atingiram menor nível desde 2004

  • 28 de dezembro de 2016

Pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) mostram que os indicadores que medem os preços e a demanda por imóveis atingiram em outubro de 2016 o menor nível desde 2004.

Segundo a pesquisa Abrainc-Fipe, em uma escala de 0 a 10, o indicador que avalia as condições dos preços dos imóveis atingiu o nível 0, em outubro de 2016. É o patamar mais baixo desde o início da pesquisa em 2004. O maior patamar do indicador de preços 10, foi atingido 3 vezes, sendo todas em 2013 nos meses de outubro, novembro e dezembro.

O estudo mostra, ainda, que os indicadores de demanda atingiram patamares mínimos. Na média anual, com dados dessazonalizados, o indicador que mede a demanda dos consumidores por imóveis, também em uma escala de 0 a 10 atingiu 2,14 pontos – o nível mais baixo desde 2004. Anteriormente, o menor nível havia sido registrado em 2006 com 4,45 pontos. Já o pico de demanda foi em 2013 com 8,92 pontos.

Os indicadores de crédito imobiliário também apontaram para condições desfavoráveis e bateram a menor média anual já registrada com 2,45 pontos, em uma escala de 0 a 10.

Com informações do G1

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CIDADES SATÉLITES SÃO AS REGIÕES MAIS RENTÁVEIS PARA ALUGAR

O Boletim de Conjuntura Imobiliária do mês de maio/2024 com amostras referentes a abril divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) apurou que…

SECOVIs apresentam ao Congresso a “Agenda Legislativa” do setor imobiliário

Deputado Rafael Prudente (MDB/DF), Ovídio Maia - presidente do SECOVI/DF e Eduardo Pereira - vice-presidente Financeiro do SECOVI/DF O Sindicato da…

SECOVI/DF ALERTA SOBRE O GOLPE DO FALSO ALUGUEL

Imagem: Freepik O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), vem a público fazer um alerta sobre o golpe do falso aluguel que algumas imobiliárias…

Bairro Jóquei Clube: Iphan promete agilidade no exame de aspectos técnicos do projeto

Foto – Divulgação ADEMI DF O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) dará celeridade à apreciação de aspectos técnicos…