Mercado em busca da superação

  • 24 de julho de 2015

Por Miguel Setembrino E. de Carvalho – pres. Conselho Consultivo SECOVI/DF

Nestas muitas décadas de Brasília e de mercado imobiliário candango, tenho a cristalina certeza de jamais ter vivenciado tamanha disparidade de sensações e sentimentos como estes últimos cinco anos me proporcionaram.

Temos todos a lembrança recente de um mercado pujante, ativo, altivo, orgulhoso e extremamente profissional. Brasília era referência de mercado imobiliário consolidado e ocupava sobranceiro e com destaque a segunda posição dentre todos os mercados do país, sob o crivo de todos os indicadores.

Pululavam lançamentos, o escoamento dos estoques obedecia a um fluxo programado e constante, os clientes dispunham de opções de moradia de qualidade em todas as regiões administrativas do DF e, finalmente, o Setor Noroeste, a joia da coroa do nosso segmento, passava a ser uma realidade e detinha todas as condições de revolucionar o conceito de sustentabilidade no País, colocando novamente a arquitetura e o urbanismo de Brasília em evidência.

Nós, que compomos o segmento da indústria imobiliária da capital, a genuína indústria candanga, estamos aptos a continuar propondo e produzindo respostas e ações positivas que permitam a retomada imediata do progresso, do desenvolvimento, do crescimento econômico e da geração de emprego e renda para a população.

O nosso mercado imobiliário, nesse instante, já dispõe do diagnóstico e dos meios para a cura do pessimismo e da pasmaceira e passa diretamente por tudo aquilo que sempre nos distinguiu: nossa competência, transparência e alto grau de profissionalismo.

Juntos, faremos a diferença, como sempre!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REGIÕES DO DF TÊM VALORES DIFERENCIADOS DO METRO QUADRADO PARA IMÓVEIS USADOS

O Boletim de Conjuntura Imobiliária, referente ao mês de fevereiro, divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) aponta que um apartamento de 1…

FEVEREIRO REGISTRA RECORDE DE 3.8 BILHÕES EM VENDAS DE IMÓVEIS

Em 2022, o Volume Geral de Vendas (VGV) de imóveis acumulado até o mês de fevereiro, no Distrito Federal, atingiu o valor de R$ 7,03…

SECOVI/DF CELEBRA POSSE DA NOVA DIRETORIA

O Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (SECOVI/DF) promoveu um almoço de confraternização para…

VENDA DE IMÓVEIS EM JANEIRO DE 2022 DOBRA EM RELAÇÃO À 2021

O Volume Geral de Vendas (VGV) acumulado até o mês de janeiro, no Distrito Federal, atingiu o valor de R $3,16 bilhões, superando o mês…