Venda de imóveis cresce 22,3% no 1º trimestre, diz CBIC

As vendas de imóveis residenciais novos aumentaram nos três primeiros meses do ano, apresentando um crescimento de 22,3% em relação ao mesmo período de 2017. No entanto, a recuperação do mercado imobiliário, iniciada no final do ano passado, ainda não foi suficiente para estimular as empresas a lançarem novos empreendimentos. Os lançamentos, portanto, recuaram no período e apresentaram queda de 30,7%.

Os dados são do estudo Indicadores Imobiliários Nacionais, da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e Senai Nacional e foi realizado em 23 capitais e regiões metropolitanas do País.

As vendas totalizaram 24.712 unidades no primeiro trimestre de 2018 e os lançamentos atingiram 10.574 unidades. As vendas superaram os lançamentos em 14.138 unidades, número que representa 57,2% do total de unidades vendidas no período.

Esse movimento provocou uma redução expressiva dos estoques. O estoque chegou a 123.055 unidades no fim de março, recuo de 14,8% na comparação anual. Desse estoque, 33% são imóveis prontos, 52% em construção e 20% na planta.

Com informações do Portal Isto É

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sindicato da Habitação do DF assina acordo com entidade dos trabalhadores para manter empregos no setor

Com o objetivo de minimizar o avanço do novo coronavírus e tentar diminuir os impactos negativos no setor, além de visar a segurança jurídica do…

Secovi-DF orienta imobiliárias sobre o retorno às atividades

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) alerta os empresários do setor imobiliário sobre as medidas que devem ser adotadas nessa volta ao trabalho…

GUIA PRÁTICO DO CORRETOR DE IMÓVEIS DURANTE A PANDEMIA

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) divulga o “Guia Prático do Corretor de Imóveis” com ferramentas e formas de ajudar a todos do…

CAIXA amplia medidas para o mercado imobiliário durante pandemia

A Caixa Econômica Federal anunciou novas medidas de proteção e estímulo ao setor imobiliário injetando cerca de R$ 43 bilhões de recursos na economia que…