SECOVI/DF RECEBE CANDIDATOS AO GDF PARA UM BATE-PAPO

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) abriu espaço para que os candidatos ao governo do DF divulguem suas propostas.

Na semana passada, o SECOVI/DF recebeu o candidato Alexandre Guerra, do Novo. Entre suas propostas, Alexandre informou que pretende estimular o crescimento econômico através de pólos logísticos e tecnológicos.

Para ele, é preciso valorizar os pequenos empresários e tratar o investidor como cliente. O candidato questionou também a burocracia, como a demora para a entrega do Habite-se.

Em relação às áreas de saúde e educação, Alexandre Guerra prometeu aumentar as Unidades Básicas de Saúde e fazer funcionar os Médicos de Família através de recursos como a telemedicina, que já são utilizados.

Para a área educacional, disse que resgatará o ensino médio técnico. Já sobre a alta carga tributária enfrentada no Distrito Federal, a sua proposta é a de equalização com os tributos de estados vizinhos e prometeu, também, um Marco Legal para coibir as invasões.

O presidente do SECOVI/DF, Ovídio Maia, informou que os representados pelo Sindicato fazem parte da cadeia produtiva do país e, por isso, decidiu abrir um espaço para que os candidatos ao GDF divulguem suas propostas de governo.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sindicato da Habitação do DF assina acordo com entidade dos trabalhadores para manter empregos no setor

Com o objetivo de minimizar o avanço do novo coronavírus e tentar diminuir os impactos negativos no setor, além de visar a segurança jurídica do…

Secovi-DF orienta imobiliárias sobre o retorno às atividades

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) alerta os empresários do setor imobiliário sobre as medidas que devem ser adotadas nessa volta ao trabalho…

GUIA PRÁTICO DO CORRETOR DE IMÓVEIS DURANTE A PANDEMIA

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) divulga o “Guia Prático do Corretor de Imóveis” com ferramentas e formas de ajudar a todos do…

CAIXA amplia medidas para o mercado imobiliário durante pandemia

A Caixa Econômica Federal anunciou novas medidas de proteção e estímulo ao setor imobiliário injetando cerca de R$ 43 bilhões de recursos na economia que…