MPDFT não autoriza o alvará de construção próximo ao Olhos D’Água

A 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística e a Procuradoria Distrital dos Direitos do Cidadão expediram na última semana uma recomendação à Administração de Brasília e à Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) pedindo que não seja concedido o alvará de construção na EQN 212/213, próximo ao Parque Olhos D’Água.
O objetivo da medida visa à preservação da área, o controle da qualidade, da quantidade da água subterrânea, a proteção e a manutenção dos ecossistemas terrestres, das zonas úmidas e do fluxo de base dos recursos hídricos superficiais. O Instituto Brasília Ambiental (Ibram-DF) fez recomendações técnicas comprovando que obras no local danificariam parte da natureza.
A Terracap também foi proibida de transferir o lote para um novo domínio privado. O Ibram apresentou um estudo com informações de que no local em que haveria a construção, existe um depósito d’água.
O terreno já vendido pela Terracap, em 2000, pertence ao empresário Carlos Habib Chater. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) solicitou um prazo de 10 dias, informações sobre o cumprimento ou não da recomendação.
Fonte: Correioweb

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sindicato da Habitação do DF assina acordo com entidade dos trabalhadores para manter empregos no setor

Com o objetivo de minimizar o avanço do novo coronavírus e tentar diminuir os impactos negativos no setor, além de visar a segurança jurídica do…

Secovi-DF orienta imobiliárias sobre o retorno às atividades

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) alerta os empresários do setor imobiliário sobre as medidas que devem ser adotadas nessa volta ao trabalho…

GUIA PRÁTICO DO CORRETOR DE IMÓVEIS DURANTE A PANDEMIA

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) divulga o “Guia Prático do Corretor de Imóveis” com ferramentas e formas de ajudar a todos do…

CAIXA amplia medidas para o mercado imobiliário durante pandemia

A Caixa Econômica Federal anunciou novas medidas de proteção e estímulo ao setor imobiliário injetando cerca de R$ 43 bilhões de recursos na economia que…