Início de ano muito otimista

Entidades de classe e empresários da construção civil começaram o ano com expectativas bastante positivas para o crescimento e a valorização do setor imobiliário. As áreas que estão disponíveis para construção no Distrito Federal se encontram a todo vapor

JOSIANE BORGES
[email protected]  Redação Jornal da Comunidade

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou na sexta-feira (18) o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI). A pesquisa revela o otimismo com o comportamento e o desempenho das empresas. A confiança dos empresários atingiu neste mês 60,5 pontos. Na divisão por atividade o setor da construção civil apresentou um otimismo de 61,8 pontos. Os empresários da construção de edifícios, 60,7 pontos. E os voltados para obras de infraestrutura atingiram o maior desempenho: 64,1 pontos. Os números só representam o bom momento do setor e o otimismo está também presente nas entidades de classe. O ICEI varia de zero a cem e os valores acima de 50 indicam empresários confiantes.

Para o presidente da Associação dos Dirigentes do Mercado Imobiliário (Ademi), Adalberto Valadão, o momento atual é muito bom. Ele acredita que a atuação do novo governo será boa para o mercado e para a habitação no DF. “Acredito que o momento é bom, como todos os que já passamos nos últimos anos. O incentivo do novo governo é positivo e mostra que a intenção com o setor é boa. A afinação do governo com a entidade representa um espírito de parceria” diz Valadão.

O presidente do Sindicato da Habitação do DF (Secovi-DF), Carlos Hiram Bentes, afirma que o mercado continua em crescimento constante. “Não houve qualquer mudança para o setor, mesmo com os cortes do governo ao crédito. Isso não atingiu o imobiliário e o financiamento não foi afetado. Então, tudo continua caminhando. Assim, temos o mercado com a mesma constância, um bom crescimento e valorização presente”, afirma Bentes.

Áreas disponíveis
Novas áreas disponíveis para construir no DF estão dependendo exclusivamente da aprovação do novo Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT). O Plano está passando por revisão pelo GDF, que cumpre recomendações do Ministério Público do DF para avaliar a necessidade real de construções em algumas áreas. Mesmo com essa demora, o setor continua otimista. Até porque duas grandes áreas, que faziam parte do PDOT, estão funcionando a todo vapor.

Na quinta-feira (17), o gerente de empreendimentos da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), Albatênio Granja, esteve presente no Centro de Treinamento da Lopes Royal para esclarecer aos corretores sobre o momento atual e como funcionará o Setor Noroeste. No evento, os mais de 600 corretores da imobiliária tiraram as últimas dúvidas sobre o bairro.

“Procuramos trazer aqui para os corretores tudo o que está sendo feito por lá. Temos equipes acompanhando as obras e estamos aqui para tirar as dúvidas que os corretores e os empreendedores venham a ter. É interessante que os construtores venham nos procurar antes do ínicio das obras para esclarecer o que tem de ser cumprido. Temos uma série de restrições que têm de ser acatadas. São 70 itens ambientais. Então, meu trabalho aqui é divulgar o Noroeste, passar as informações corretas e retirar todos os mitos que as pessoas têm sobre o bairro”, enfatiza o gerente da Terracap.

“O Setor Habitacional Noroeste está andando normalmente. A sua primeira etapa está sendo vendida, as construções dos prédios acontecendo e a infraestrutura sendo feita. Acredito que a segunda metade  do bairro seja registrada ainda nesse segundo semestre para que se possa dar início às licitações dessa outra parte”, relata Valadão.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CONPLAN APROVA REVISÃO DA LUOS

O Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do DF (Conplan) aprovou, por unanimidade, a minuta do projeto de lei complementar de revisão da Lei de…

Revisão da Luos é aprovada

A minuta do projeto de lei complementar segue agora para a Câmara Legislativa do DF Durante reunião virtual realizada nesta quinta-feira (19), o Conselho de…

Projeto de revitalização do SIG é aprovado por unanimidade

O parecer do relator, representante da Fecomércio-DF e presidente do SECOVI/DF, Ovídio Maia, sobre o projeto de revitalização do Setor de Indústrias Gráficas (SIG) foi…

Clipping Band News – Moradia no Setor Comercial Sul