Início de ano muito otimista

Entidades de classe e empresários da construção civil começaram o ano com expectativas bastante positivas para o crescimento e a valorização do setor imobiliário. As áreas que estão disponíveis para construção no Distrito Federal se encontram a todo vapor

JOSIANE BORGES
[email protected]  Redação Jornal da Comunidade

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou na sexta-feira (18) o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI). A pesquisa revela o otimismo com o comportamento e o desempenho das empresas. A confiança dos empresários atingiu neste mês 60,5 pontos. Na divisão por atividade o setor da construção civil apresentou um otimismo de 61,8 pontos. Os empresários da construção de edifícios, 60,7 pontos. E os voltados para obras de infraestrutura atingiram o maior desempenho: 64,1 pontos. Os números só representam o bom momento do setor e o otimismo está também presente nas entidades de classe. O ICEI varia de zero a cem e os valores acima de 50 indicam empresários confiantes.

Para o presidente da Associação dos Dirigentes do Mercado Imobiliário (Ademi), Adalberto Valadão, o momento atual é muito bom. Ele acredita que a atuação do novo governo será boa para o mercado e para a habitação no DF. “Acredito que o momento é bom, como todos os que já passamos nos últimos anos. O incentivo do novo governo é positivo e mostra que a intenção com o setor é boa. A afinação do governo com a entidade representa um espírito de parceria” diz Valadão.

O presidente do Sindicato da Habitação do DF (Secovi-DF), Carlos Hiram Bentes, afirma que o mercado continua em crescimento constante. “Não houve qualquer mudança para o setor, mesmo com os cortes do governo ao crédito. Isso não atingiu o imobiliário e o financiamento não foi afetado. Então, tudo continua caminhando. Assim, temos o mercado com a mesma constância, um bom crescimento e valorização presente”, afirma Bentes.

Áreas disponíveis
Novas áreas disponíveis para construir no DF estão dependendo exclusivamente da aprovação do novo Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT). O Plano está passando por revisão pelo GDF, que cumpre recomendações do Ministério Público do DF para avaliar a necessidade real de construções em algumas áreas. Mesmo com essa demora, o setor continua otimista. Até porque duas grandes áreas, que faziam parte do PDOT, estão funcionando a todo vapor.

Na quinta-feira (17), o gerente de empreendimentos da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), Albatênio Granja, esteve presente no Centro de Treinamento da Lopes Royal para esclarecer aos corretores sobre o momento atual e como funcionará o Setor Noroeste. No evento, os mais de 600 corretores da imobiliária tiraram as últimas dúvidas sobre o bairro.

“Procuramos trazer aqui para os corretores tudo o que está sendo feito por lá. Temos equipes acompanhando as obras e estamos aqui para tirar as dúvidas que os corretores e os empreendedores venham a ter. É interessante que os construtores venham nos procurar antes do ínicio das obras para esclarecer o que tem de ser cumprido. Temos uma série de restrições que têm de ser acatadas. São 70 itens ambientais. Então, meu trabalho aqui é divulgar o Noroeste, passar as informações corretas e retirar todos os mitos que as pessoas têm sobre o bairro”, enfatiza o gerente da Terracap.

“O Setor Habitacional Noroeste está andando normalmente. A sua primeira etapa está sendo vendida, as construções dos prédios acontecendo e a infraestrutura sendo feita. Acredito que a segunda metade  do bairro seja registrada ainda nesse segundo semestre para que se possa dar início às licitações dessa outra parte”, relata Valadão.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sindicato da Habitação do DF assina acordo com entidade dos trabalhadores para manter empregos no setor

Com o objetivo de minimizar o avanço do novo coronavírus e tentar diminuir os impactos negativos no setor, além de visar a segurança jurídica do…

Secovi-DF orienta imobiliárias sobre o retorno às atividades

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) alerta os empresários do setor imobiliário sobre as medidas que devem ser adotadas nessa volta ao trabalho…

GUIA PRÁTICO DO CORRETOR DE IMÓVEIS DURANTE A PANDEMIA

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) divulga o “Guia Prático do Corretor de Imóveis” com ferramentas e formas de ajudar a todos do…

CAIXA amplia medidas para o mercado imobiliário durante pandemia

A Caixa Econômica Federal anunciou novas medidas de proteção e estímulo ao setor imobiliário injetando cerca de R$ 43 bilhões de recursos na economia que…