Fundos de pensão voltam a olhar o setor

Além dos estrangeiros, os fundos de pensão brasileiros, que começaram a investir no mercado
imobiliário na década de 1990, também estão voltando a olhar o setor.
Grandes investidores diretos também buscam o país. É o caso do milionário americano Sam
Zell, cliente da Colliers e que já tem 13,77% da Gafisa, 19,1% da BR Malls – dona do Norte Shopping e do São Conrado Fashion Mall – e é sócio na Bracor, especializada em imóveis
para empresas.
Outro investimento que pode, enfim, ganhar expressão são os fundos imobiliários. Abertos a
investidores comuns, obtêm rendimento do aluguel dos imóveis ou de participação no
empreendimento, no caso de shoppings, mas nunca decolaram no Brasil.
Regulados em 1994, os poucos existentes têm como objeto apenas um imóvel, como o Torre
Almirante, no Centro do Rio, e o Shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo.
– Concentrar em um não é o conceito de um fundo, de diluir o risco. Isso acontecia pela falta de recursos para investir – diz Betancourt.
No Rio, diante da falta de terrenos, as oportunidades podem estar nos retrofits. A Colliers fechou, recentemente, a venda do edifício na Avenida Presidente Vargas 850, no Centro do Rio, para esse fim.
Mas é necessário calcular bem o investimento, ou pode valer mais a pena construir um edifício novo, diz Lilian Feng, gerente de pesquisa da Jones Lang LaSalle:
– Algumas empresas compram prédios para reformar e gastam R$100 milhões. É preciso fazer a conta – diz.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sindicato da Habitação do DF assina acordo com entidade dos trabalhadores para manter empregos no setor

Com o objetivo de minimizar o avanço do novo coronavírus e tentar diminuir os impactos negativos no setor, além de visar a segurança jurídica do…

Secovi-DF orienta imobiliárias sobre o retorno às atividades

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) alerta os empresários do setor imobiliário sobre as medidas que devem ser adotadas nessa volta ao trabalho…

GUIA PRÁTICO DO CORRETOR DE IMÓVEIS DURANTE A PANDEMIA

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) divulga o “Guia Prático do Corretor de Imóveis” com ferramentas e formas de ajudar a todos do…

CAIXA amplia medidas para o mercado imobiliário durante pandemia

A Caixa Econômica Federal anunciou novas medidas de proteção e estímulo ao setor imobiliário injetando cerca de R$ 43 bilhões de recursos na economia que…