Financiamentos Imobiliários batem recordes

Com recursos da Poupança

O número de financiamentos imobiliários com recursos das cadernetas de poupança atingiu em 2008 a marca recorde de 299.746 unidades. Os dados são da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

Comparado a 2007, a expansão no número de imóveis financiados foi de 53%. A soma do valor financiado ficou em R$ 30,048 bilhões. Um recorde para o setor!!

Em dezembro de 2008, o crédito imobiliário com recursos de poupança foi de R$ 2,547 bilhões. A marca é 37% maior que a registrada no mesmo mês do ano anterior, totalizando um aumento de 38% no número de unidades financiadas.

Segundo o Sindicato da Habitação no Distrito Federal, Secovi/DF, os números são extremamente positivos e comprovam que mesmo com a crise que se abateu na economia mundial, as vendas de imóveis não foram afetadas, pelo contrário, de acordo com os dados da ABECIP o número de financiamentos praticamente dobrou.

Na comparação com o crédito imobiliário concedido pelos bancos, que operaram esses recursos em 2007, houve um crescimento de 64,4%.

No balanço do ano passado, a captação líquida (depósitos menos retiradas) dos recursos da poupança destinados ao Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE) aumentou 7,38%, contabilizando R$ 13,854 bilhões. Em dezembro, a captação líquida cresceu 2,06%, chegando a R$ 4,318 bilhões.

É importante ressaltar, que a média mensal de financiamento imobiliário no último trimestre de 2008 ficou em linha com a média mensal do ano (R$ 2,5 bi).

Para o Secovi/DF, os dados demonstram também que em meio há tanto pessimismo, as instituições financeiras não ficaram mais rigorosas na concessão de crédito imobiliário. “O que está acontecendo no país é exatamente um incentivo dos bancos para que as pessoas adquiram da melhor maneira possível a casa própria”, afirma Miguel Setembrino, presidente do Sindicato.

Fonte: O Dia Online

Com recursos do FGTS

Os financiamentos habitacionais com recursos do FGTS lideraram as contratações no ano passado, com R$ 11,3 bilhões emprestados, incluindo os subsídios. Com recursos próprios, a Caixa emprestou R$ 10,7 bilhões. Ao todo, a carteira cresceu 86,4% em relação a 2007.A carteira habitacional da Caixa Econômica Federal apresentou saldo de R$ 45,1 bilhões em 2008, o que significa um aumento de 38,8% em relação ao ano anterior.

Fonte: InfoMoney

 

{backbutton}

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Secovi DF conhece o “SOS Destrava DF”

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) recebeu, esta semana, a  Secretária Executiva da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDUH), Giselle…

SECOVI/DF relata projeto sobre mudanças no SIG

O presidente do Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) e vice-presidente da Fecomércio-DF, Ovídio Maia, assumiu a relatoria no Conselho de Planejamento Territorial e…

SECOVI/DF firma parceria de negócios com o BRB

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) que representa as empresas de compra e venda de imóveis, as imobiliárias, as administradoras de imóveis e…

IMÓVEIS EM ÁGUAS CLARAS SÃO OS MAIS RENTÁVEIS DO DF

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), referente ao mês de maio, mostra que as lojas e salas…