Caixa vai adequar taxas do Produlote para relançamento

Em entrevista ao GRI Club, o vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes, falou sobre diversos aspectos do mercado imobiliário brasileiro e adiantou que irá adequar as taxas de juros ao momento atual para relançar o Produlote, financiamento à produção de lotes.

Quanto a disponibilização de crédito habitacional pela Caixa em 2018, Paulo Antunes afirma que o volume é similar ao de 2017 e que ultrapassa R$ 85 bilhões. Por ser um ano atípico, com copa e eleições, pode haver ajustes ao longo do ano, mas até o momento a Caixa tem mantido o orçamento dos R$ 85 bilhões todos os meses, com demanda mais forte no financiamento à produção, o que significa que o setor está mais confiante e construindo.

Para o representante da Caixa, a aprovação do Projeto de Lei 1220/2015 que trata dos distratos pela Câmara dos Deputados foi positivo e faz parte de um amadurecimento do mercado imobiliário brasileiro. Segundo Antunes, quando existem regras objetivas e que sejam de conhecimento de todas as partes envolvidas, tanto de quem vende quanto de quem compra, o mercado ganha e o setor cresce. Ele ainda destaca que os distratos produzem muitas demandas judiciais e os negócios não foram feitos para enfrentar litígios.

Com informações do GRI Club.