Brasília tem um dos metros quadrados mais caros do Brasil

Conhecida por sua riqueza per capta e pela beleza de sua arquitetura moderna, Brasília é, atualmente, uma das cidades brasileiras com o metro quadrado mais caro do país. O preço dos imóveis tem os maiores valores na região Sudoeste da cidade, que corresponde à região administrativa da capital brasileira, e em outras áreas nobres da capital.
PUBLICIDADE

“A grande concentração de capital da população da cidade e a estabilidade do funcionalismo público, faz com que o mercado imobiliário brasiliense continue movimentado. O alto padrão e qualidade das casas e apartamentos torna os preços ainda mais elevados, movimentando esse setor da economia da capital ”, Tarik Faraj, sócio-fundador da imobiliária !link TRK Imóveis http://www.trkimoveis.com.br, que atua diretamente em Brasília e atende demandas locais do mercado residencial e corporativo.

Para analisar melhor a situação do mercado imobiliário de Brasília, confira abaixo os valores medianos do metro quadrado levantados por uma pesquisa realizada pelo SECOVI-DF em parceria com a consultoria Econsult.

Sudoeste
Na região Sudoeste da cidade, o metro quadrado de um apartamento de 4 quartos tem um valor médio de R$ 10.724,00, de acordo com dados divulgados pela SECOVI-DF, e um preço de venda de cerca de R$ 1,95 milhão de reais. Uma casa com a mesma quantidade de dormitórios tem um valor mais baixo, mas que ainda assim tem como valor médio de metro quadro impressionantes R$ 5.588,00. A valorização referente aos imóveis comerciais não fica atrás e o metro quadro de uma loja na região Sudoeste de Brasília é de em média R$ 7.854,00.

Asa Sul
Quando é avaliada a Asa Sul, a diferença não é grande. O valor do metro quadrado tem uma média de R$ 10.351,00, sendo que os valores mais bem avaliados são os apartamentos. A área nobre da cidade é repleta de imóveis de alto padrão que, aliados ao estilo arborizado e bem organizado do local, contribuem para a valorização dessa região de Brasília. Os interessados em ter um estabelecimento comercial por ali precisam considerar bem as possibilidades de orçamento, já que metro quadrado de uma loja na Asa Sul vale cerca de R$ 9.267,00.

Lago Sul
Localizado na região próxima ao Aeroporto de Brasília, o Lago Sul corresponde a uma região administrativa que também é habitada por moradores de classe média a alta. O valor venal de uma casa de 3 dormitórios é quase o mesmo de um apartamento de quatro quartos no Sudoeste: R$ 1,99 milhão. As casas de condomínio dessa região, no entanto, são um pouco menos valorizadas – o metro quadrado vale cerca de R$ 2.500,00 em uma casa de 3 dormitórios.

Lago Norte
A antiga Península Norte, que agora é chamada de Lago Norte, é a região banhada pelo Lago Paranoá e caracteriza-se em Brasília pela grande quantidade de chácaras e imóveis com grandes terrenos. O metro quadrado de um apartamento ali é de R$ 8.071,00, enquanto o de uma sala comercial é mais alto do que o de outras áreas da cidade e tem um valor médio de R$ 8.333,00. A região é conhecida por ser característica de moradores de classe média e ainda guarda bastante raízes rurais e com elementos que remetem ao interior.

Asa Norte
O estilo modernista e urbano da Asa Norte é o grande diferencial dessa região, que abriga muitos jovens e novos moradores da cidade. O valor médio do metro quadrado de um apartamento de 2 quartos na Asa Norte é de R$ 9.000,00, um valor bastante alto para a cidade. Quem está a procura de um apart hotel, então, se depara com o preço médio de R$ 10.297,00 por metro quadrado na região. A vantagem imobiliária da região vai para os lojistas, que pagam cerca de R$ 6.258,00 no metro quadrado de um local apropriado para a instalação de seus negócios.

Saiba mais
A TRK Imóveis atua em Brasília na intermediação de vendas e aluguéis além de prestar assessoria completa para todo e qualquer assunto imobiliário. site: http://www.trkimoveis.com.br.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

IMÓVEIS EM ÁGUAS CLARAS SÃO OS MAIS RENTÁVEIS DO DF

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF), referente ao mês de maio, mostra que as lojas e salas…

Fundos imobiliários atingem 32% de público investidor

Dados da B3, a base de investidores de fundos imobiliários (FII) listados comprovam uma expansão acelerada equivalente a 32% do público investidor da bolsa. Em…

A Lei Geral de proteção de dados e o setor imobiliário

A Lei 13.709/2018, conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD),  que entrará em vigor em agosto de 2020, estabelece normas, direitos e obrigações…

Secovi-DF participará efetivamente da CBCSI

O presidente do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (SECOVI/DF) e vice-presidente da Federação…