Brasil é o México da vez, acreditam especialistas do mercado imobiliário

País tem potencial para atrair investidores estrangeiros
O excesso de dinheiro no mercado financeiro mundial deve trazer novos investidores para o
setor imobiliário, inclusive o corporativo, no Brasil. O movimento esperado é semelhante ao
boom imobiliário pelo qual o México passa desde 2005, com a expansão do crédito e entrada de investidores estrangeiros.
Aqui, há espaço até para o investimento “especulativo”: construções para empresas iniciadas
sem inquilinos certos. A avaliação é da consultoria Colliers International.
– Nós estivemos com o pessoal do fundo de pensão dos professores de Ontário e eles têm mais de US$100 bilhões para investir – diz Ricardo Betancourt, diretor da Colliers, que é canadense, no Brasil. O fundo de professores já tem 19,5% das ações com direito a voto do grupo de shopping centers Multiplan – dono, entre outros, do BarraShopping:
– Há cinco anos, as operações de compra e venda eram difíceis, pois estávamos num mercado
sem dinheiro. Agora, sobra dinheiro no mundo. O Brasil é o México de ontem – acrescenta
Betancourt.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sindicato da Habitação do DF assina acordo com entidade dos trabalhadores para manter empregos no setor

Com o objetivo de minimizar o avanço do novo coronavírus e tentar diminuir os impactos negativos no setor, além de visar a segurança jurídica do…

Secovi-DF orienta imobiliárias sobre o retorno às atividades

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) alerta os empresários do setor imobiliário sobre as medidas que devem ser adotadas nessa volta ao trabalho…

GUIA PRÁTICO DO CORRETOR DE IMÓVEIS DURANTE A PANDEMIA

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) divulga o “Guia Prático do Corretor de Imóveis” com ferramentas e formas de ajudar a todos do…

CAIXA amplia medidas para o mercado imobiliário durante pandemia

A Caixa Econômica Federal anunciou novas medidas de proteção e estímulo ao setor imobiliário injetando cerca de R$ 43 bilhões de recursos na economia que…