BOLETIM IMOBILIÁRIO MOSTRA REAÇÃO POSITIVA DO MERCADO

O Boletim de Conjuntura Imobiliária divulgado pelo Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) mostra que o mercado de imóveis volta a reagir, neste início de ano, com um recuo de 3,17% no número de unidades ofertadas, em relação ao mês de dezembro de 2018.

A amostragem total do mês de janeiro foi de 44.215 imóveis residenciais e 7.681 comerciais, sendo que 73,67% das unidades são de apartamentos destes 17,62% são destinados à locação e 82,38% à comercialização. Já as casas representam 26,33% da amostra sendo 90,73% destas ofertadas para locação. Em relação aos imóveis comerciais, 64,76% das unidades são de salas comerciais (40,25% para comercialização e 59,75% para locação), já 35,24% são de lojas destas 40,97% para comercialização e 59,03% para locação.

De acordo com o Boletim de Conjuntura Imobiliária, em janeiro, o Índice de Rentabilidade Comercial apresentou seus maiores valores nas categorias loja em Taguatinga de 0,71%, e loja e sala na região de Águas Claras de 0,69% e 0,58%, respectivamente. Os menores valores foram detectados nas salas do Setor de Indústria (0,33%) e de Brasília (0,46%), além das lojas do Setor de Indústria, de 0,48%. Já o Índice de Rentabilidade Residencial apresentou seus maiores valores nas categorias 1 dormitório, quitinete e 2 dormitórios em Águas Claras de 0,50%, 0,45% e 0,44%, respectivamente. Por sua vez, os menores valores foram encontrados nas categorias de 3 dormitórios e 1 dormitório no Guará de 0,31% e 0,34%, respectivamente, além de 3 dormitórios em Brasília com um percentual de 0,35.

O Índice Locação Secovi para o mês de janeiro de 2019 foi de 107,02 pontos, o que representa uma variação positiva de 1,79% em relação ao mês anterior. Já, o Índice de Comercialização ficou em 128,50 pontos representando uma variação de 0,40% comparado ao mês de dezembro do ano passado.

Clique aqui para baixar os boletins

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ÁGUAS CLARAS, A MANHATTAN DO CERRADO!

A mudança da sede do Governo do Distrito Federal (GDF) para o Centro Administrativo que engloba Águas Claras, Taguatinga, Ceilândia e Samambaia irá movimentar o…

STJ entende que bem familiar pode ser penhorado em garantia fiduciária

A legislação não permite que um imóvel caracterizado como bem de família seja penhorado como garantia fiduciária. Porém, a Terceira Turma do Superior Tribunal de…

Fecomércio firma parceria com o BRB para oferecer benefícios aos sindicatos

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF) firmou, esta semana, uma parceria com o Banco de Brasília (BRB) para…

MERCADO IMOBILIÁRIO DO DF DÁ SINAIS DE RECUPERAÇÃO

Nos últimos 10 anos, o mercado de imóveis novos do DF teve altos e baixos. Os anos de 2009 a 2011 foram os melhores em…