BC vai controlar operações de crédito acima de R$ 1 mil

O Banco Central informou que vai ampliar a sua base de dados das operações de crédito dentro do Sistema de Informações de Crédito (SCR). Segundo o BC, com as novas regras o SCR terá a identificação de todos os clientes com operações totais iguais ou superiores a R$ 1 mil. Atualmente, estas informações são fornecidas para obrigações iguais ou superiores a R$ 5 mil. A medida começa a valer a partir de 30 de abril do próximo ano.
O sistema terá mais detalhes sobre as operações de crédito, como a renda das pessoas físicas, o faturamento das pessoas jurídicas e as informações dos fundos de investimento de direitos creditórios.
“A medida contribui para o aprimoramento das ferramentas que o Banco Central tem para supervisionar e avaliar as condições econômico-financeiras das instituições, além de propiciar um melhor conhecimento do processo de inclusão financeira no Brasil”, informou o BC, em nota à imprensa.

O Sistema de Informações de Crédito do Banco Central  é o principal instrumento utilizado pela supervisão bancária para acompanhar as carteiras de crédito das instituições financeiras.
“Nesse sentido, desempenha papel importante na garantia da estabilidade do Sistema Financeiro Nacional e na prevenção de crises, proporcionando mais facilidades para os tomadores de empréstimos e maior transparência para a sociedade”, informou a instituição.
De acordo com o Banco Central, o SCR é o maior cadastro brasileiro em informações e contém dados sobre o comportamento dos clientes no que se refere às suas obrigações contraídas no sistema financeiro.
“Esses dados são compartilhados com as instituições participantes, contribuindo para diminuir a inadimplência e melhorar a gestão do risco de crédito”, explicou a autoridade monetária.
Com informações do G1

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SECOVI/DF informa: MPT confirma benefícios somente para associados

A Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª Região sob a égide da Lei 13.467/2017, a nova legislação trabalhista, confirma que benefícios como: vale-alimentação, vale-transporte, Participação…

ITBI TEM ALTA DE 70,8% EM OUTUBRO NA VENDA DE IMÓVEIS NO DF

O Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) informa que o mercado imobiliário segue em contínua alta, mesmo em época de pandemia, registrando uma variação…

SECOVI/DF – NOTA DE FALECIMENTO

É com imenso pesar que o Sindicato da Habitação do Distrito Federal (SECOVI/DF) comunica o falecimento de Pablo Balduíno de Magalhães, sócio-diretor da Imobiliária Atendeu,…

CONPLAN APROVA REVISÃO DA LUOS

O Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do DF (Conplan) aprovou, por unanimidade, a minuta do projeto de lei complementar de revisão da Lei de…